Como encarar os desafios de ser uma agência digital

A tecnologia evolui quase na velocidade da luz. A rede nos trouxe oportunidades incríveis e inimagináveis. Sempre descobrimos que existe muito mais a ser explorado. A comunicação se apropriou deste admirável universo (novo), cheio de possibilidades. Hoje, muitas agências de publicidade e propaganda optaram por trabalhar com foco no digital. O mercado que apresenta uma curva de crescimento constante. Mas, com desafios também gigantes. Afinal, como encarar os desafios de ser uma agência digital?

Giphy desafio aceito

 

O marketing digital irá evoluir ainda mais

A publicidade online movimentou mais de R$ 9,3 bilhões somente no Brasil, em 2015. Segundo dados da pesquisa Digital AdSpending, coordenada pelo IAB Brasil e realizada pela comScore. Para 2016, o IAB prevê um salto nos investimentos em publicidade digital, que devem somar R$ 10,4 bilhões. O cenário é animador não só pelos números, mas pelo momento que o marketing digital vive. Quem está no mercado, neste momento, é um aprendiz e participa da construção de um novo modo de fazer publicidade. Agora, muito mais interativo. Os desafios de ser uma agência digital contemplam compreender as novas tecnologias que surgem de repente.

O comportamento do consumidor sempre muda

Hoje, as pessoas assistem à propaganda na TV e, ao mesmo tempo, buscam o produto na internet. Acessam a Fanpage da marca e analisam as avaliações. Neste cenário, trabalhar com uma perspectiva de integração. Na qual as estratégias do online e do offline sejam capazes de abraçar esta nova dinâmica, é um diferencial. Há quem acredite que não há como executar uma, desconsiderando a outra.

Ainda que a comunicação digital ganhe cada vez mais espaço pelas suas características: é ágil, imediatista, econômica e ajustável a qualquer tempo, as estratégias do offline ainda têm seu espaço no dia a dia das empresas e provocam impacto na vida das pessoas. Na maioria das vezes, é mais difícil conceber uma campanha 100% digital. Para uma campanha de lançamento de um empreendimento imobiliário, criar hotsite, email marketing e fanpage é eficaz, mas insuficiente. É preciso planejar um evento de lançamento do empreendimento. Criar flyers, outdoors e, se possível, investir em anúncios de TV também.

Fundamentando a questão da integração da comunicação, a pesquisa Censo de Agências de 2015/16 apontou que, o tipo de agência mais procurado pelo clientes é o Full Service, ou seja, agências capazes de atuar tanto no ambiente online, quanto no offline. Segundo a pesquisa, cerca de 68% dos clientes quer uma agência capaz de atuar online e offline. Este é um dos principais motivos que você deve encarar os desafios de ser uma agência digital. O cliente está pedindo.

giphy compra no supermercado

Pensando online e offline, juntos!

Quando o marketing contempla as ferramentas online e offline, a agência pode criar uma campanha muito mais completa para o cliente. É por isso que panfletos, outdoors, eventos, anúncios de TV e spots têm total importância. Inclusive, como ferramentas que oferecem suporte para que as estratégias dos canais digitais gerem resultados.

De acordo com pesquisa feita pela Resultados Digitais e pela Rock Content, os serviços mais prestados pelas agências digitais são: monitoramento de mídias sociais (83,1%), compra de mídia (78,6%) e criação de campanhas de e-mail (76,5%). Logo, a missão de fazer este diálogo entre o on e off e ampliar esse leque de possibilidades é nova e deve ser concluída com sucesso ( se a agência desejar investir na comunicação integrada, é claro 😉 )

Desafios de ser uma agência digital

Além disso, as agências digitais têm outro desafio, que já foi mais difícil, é a retenção de clientes, por meio da mensuração de resultados. Quase 52% das agências que prestam serviços de marketing digital afirmam que os clientes permanecem mais tempo com elas justamente pela possibilidade de ver os resultados efetivos do investimento na comunicação digital.

Mas, existe uma diferença entre ver os resultados e ver o valor do trabalho que está sendo desenvolvido. Muitas vezes, é nesse ponto que algumas agências encontram dificuldades. A pesquisa, assinada pela Resultados Digitais e pela Rock Content, confirma isso. Mais de 70% das agências indicam que seus clientes  somente “às vezes” veem valor na entrega de resultados. Como trabalhar, então, para que eles quase sempre vejam o valor? Bem, não pode ser tão difícil assim superar os desafios de ser uma agência digital…

A mensuração de resultados é muito mais fácil

Temos que considerar que hoje, já é bem mais fácil mensurar o impacto de uma publicação no Facebook do que a mídia espontânea gerada por um serviço de assessoria de imprensa. Pelo menos, além dos números, o digital mostra a interação dos clientes a partir daquela publicação.

Já com a assessoria de imprensa, por exemplo, não temos a chance de saber o que se passou na cabeça do leitor/telespectador. A não ser que ele decida expressar sua opinião, o que já não é mais tão comum em veículos tradicionais como o jornal impresso. E sim na internet. Ou seja, as agências digitais têm as ferramentas de mensuração e o formato dos jobs digitais – e das redes – a seu favor. Basta desenvolver um trabalho educativo com seus clientes, usando técnicas que apresentem o retorno sobre o investimento.

giphy uhul

Não só para clientes, mas também para a gestão da agência, medir também é desafio. Entender o impacto dos serviços prestados na permanência dos clientes é essencial para calcular o Life Time Value de cada conta. E, garantir a saúde financeira da agência.

É preciso saber se um novo cliente ‘se paga’, ou seja, se traz mais receita que a usada para adquiri-lo. Caso contrário, isso quer dizer perda de dinheiro e, logo, a agência, pode começar a operar seu fluxo de caixa no vermelho, sem entender porque.

Casa de ferreiro…espeto de ferreiro 😉

E, para fechar, lembramos de outro desafio fundamental para se destacar no mercado: fazer marketing digital para a própria agência. Uma das principais estratégias usadas pela maioria – 59% delas – é adotar o Marketing de Conteúdo para ter sucesso nessa missão. Afinal, é preciso mostrar que quem  é especialista consegue, sim, promover a sua própria marca. E tem expertise para fazer o mesmo, com estratégias diferentes, para os clientes. Então, você já sabe! A presença digital da agência é seu melhor cartão de visita. E, sem dúvida, o primeiro atalho para que o prospect chegue ao seu portfólio e escolha sua agência, dentre tantas outras.

Os desafios de ser uma agência digital não são poucos, mas as oportunidades são ainda maiores. Este é o momento certo para fortalecer a agência, encarar o que está aí e fazer acontecer. Mãos à obra, porque o tempo é agora e, na rede, ele parece ser ainda mais veloz.

Veja, também, nosso artigo sobre agências offline! 🙂