Equipe de Produção, sempre atenta aos mínimos detalhes

Dicas para fazer a produção da agência ainda mais efetiva

Além de ter um ritmo acelerado, a agência também é palco de muitos processos simultâneos. O pessoal do atendimento está em prospecção; a galera da criação faz brainstorming; a área de mídia estuda o perfil do público e a produção trabalha o tempo todo planejando e checando os mínimos detalhes. E, como já falamos sobre as outras áreas, hoje, o nosso papo é com eles: os produtores que trabalham para finalizar os jobs, dando vida ao que, antes, era só uma ideia. Com a atuação destes profissionais, um folder vira um papel, um roteiro de jingle vira um áudio, um storytelling vira um comercial. Mas afinal, como a equipe de produção de uma agência trabalha? 

É claro que o trabalho da galera de produção é super dinâmico e dá uma satisfação danada quando tem-se o resultado final: o material impresso, o sucesso do evento, o engajamento da campanha. Mas, a gente tem que dizer a verdade: a tarefa não é nada fácil, mas, sim, bastante exigente. São muitas ações, tarefas e detalhes. É, basicamente, um exercício constante de acompanhamento e controle para que tudo seja concluído com qualidade e perfeição. E, além de fazer a gestão das suas atividades, em muitas situações, o produtor precisa orientar e supervisionar o trabalho de outros profissionais. Quanta responsabilidade para uma pessoa só!

Então, como sabemos que a gestão das atividades é pra lá de desafiadora, trouxemos algumas dicas para os produtores gráficos e audiovisuais que fazem acontecer. Quem sabe, após ler cada uma, você pense em adotar novos hábitos. Novas atitudes ou, simplesmente, conclua, mais, uma vez, que ser produtor é para os fortes. Boa leitura!

Em conversa com os colegas.

conversa equipe_producao_agencia sysEm paralelo ao seu trabalho, a dinâmica nas demais áreas não para. Enquanto você faz o orçamento, muito possivelmente os criativos estão dando vida ao conceito da campanha. Então, não perca a sintonia com eles. Fique por dentro do ritmo de criação do material, peça ajuda dos colegas, se preciso, e acompanhe o processo. Eles começam e você finaliza. Por isso, a sintonia entre as áreas é fundamental. Aliás, já deu para ver que para todos os profissionais de agência, comunicação é palavra-chave, né? O diálogo faz tudo fluir.

Muito além do preço.

Você já sabe, mas não custa lembrar: nem sempre preço é critério para escolha de fornecedor. Vale considerar outras variáveis envolvidas. Para materiais mais simples, talvez, o fornecedor com menor preço te atenda. Já para outras demandas, talvez, seja mais interessante levar em conta a relação de confiança estabelecida com o fornecedor e a qualidade oferecida por ele em quesitos como acabamento final e atendimento.

Afinal, o objetivo principal é ter um resultado final perfeito, mas receber um atendimento especial do fornecedor também faz toda a diferença. Na fase de orçamento, então, lembre-se sempre de analisar as variáveis, pensando em quem pode te atender melhor.

Tenha um amplo leque de opções de fornecedores.

Conheça os fornecedores, sempre busque novos e elabore uma lista com os contatos de todos os que estão aptos a atender às demandas da agência. Além disso, mantenha um relacionamento estreito e próximo com vários parceiros. Assim, quando um não puder atendê-lo, você não se desespera. Porque já tem outras cartas na manga e sabe com qual fornecedor contar para quebrar aquele galho.

De olho no cronograma.

conograma de produçãoQuando um material é enviado para rodar em gráfica, sabemos que pode acontecer de tudo. A demanda é grande para os fornecedores também e os prazos, normalmente, são apertados. Mantenha contato com o a gráfica e, de tempo em tempo, peça o status da produção e a confirmação da entrega do material. Depois de todo o trabalho conjunto da agência, o atraso de um fornecedor pode ser desastroso. Principalmente, se comprometer a entrega do material ou sua veiculação dentro do deadline proposto.

Conhecimento nunca é demais.

Seja na produção gráfica, seja na produção audiovisual, os conhecimentos específicos são indispensáveis para o desempenho das suas atividades. O produtor audiovisual, por exemplo, precisa estar inteirado sobre as leis que envolvem TV, rádio e cinema. Portanto, leia, estude, esteja antenado e mantenha o olhar curioso, renovando sempre suas referências estéticas e aumentando seu conhecimento sobre a cultura geral.


Checklist e revisão.

Tenha sempre à mão a lista de tarefas que lhe cabem e check cada uma delas. Na organização de um evento, por exemplo, são muitos osproducao checklist detalhes, alguns deles mínimos, mas todos importantes para que tudo saia perfeito. Então, não confie na sua memória: planeje e check cada ação. Já na produção gráfica, treine o seu olhar para a prova dos materiais impressos. Neste momento, você pode contar com a ajuda do redator para fazer aquela revisão geral nas provas de impressão e não deixar passar nenhum erro.

Organize-se do começo ao fim.

Se a gente parar pra pensar, o trabalho não termina com a impressão do material ou com a gravação do vídeo da campanha. Há sempre a preocupação com a logística de distribuição das peças impressas. Com a edição e veiculação do comercial ou, ainda, com o sucesso do evento. Elabore um plano para a campanha, com o detalhamento das ações de cada etapa, e cumpra à risca. Com tudo organizado, é só colocar em prática, engajar os profissionais, trabalhar muito e comemorar o resultado ao final. Agora que você sabe como a equipe de produção de uma agência trabalha, que tal analisar se na sua agência há algo que possa melhorar?