Publicitário: entenda por que não é cool ser desorganizado

 

 

Quer saber o que ocorre em um ambiente de trabalho que lida diretamente com a criatividade e é desorganizado? A falta de organização pode ser vista como uma liberdade exagerada para desenvolver o lado mais criativo dos profissionais. Mas, na maioria das vezes, isso não é verdade. Uma crônica desorganização pode efetivamente diminuir o rendimento de um profissional. Também pode fazer com que a produtividade da equipe vá por água abaixo. Ser desorganizado pode ser realmente bem desastroso!

No meio publicitário, então, onde as pessoas se deparam com prazos e planejamentos diversos, a organização deve ser um dos princípios mais importantes. Quer saber por que não é cool ser desorganizado? Confira o nosso post de hoje!

Os problemas da desorganização

Existem desvantagens bastante concretas em ser desorganizado. E isso não só no que se refere à falta de planejamento, mas também à bagunça do próprio ambiente de trabalho. Um local em que não há ordem, que seja desorganizado e sem quaisquer padrões de arrumação, leva as pessoas a demorarem muito mais tempo para encontrar documentos, arquivos e ferramentas de trabalho. Sem falar que não saberão quem colocou (ou guardou) cada item em qual lugar, de modo a poder efetivamente responsabilizar cada profissional por determinados fatores que possam desacelerar a produtividade do grupo.

Ser organizado não é uma demanda secundária nas agências que trabalham diariamente com a criação de ideias e projetos inovadores, mas pode ser um fator que propulsiona essa atividade, já que vai liberar mais tempo para que os profissionais consigam se dedicar à elaboração de soluções para os clientes.

desorganizado

Os efeitos desastrosos de não ser organizado

É muito comum que as pessoas desorganizadas acumulem objetos pouco úteis em suas mesas de trabalho e armários, o que dificulta a busca por documentos relevantes e ocupa espaço sem necessidade. Ocorrerão complicações óbvias na gestão do tempo, o que pode provocar alguns retrabalhos, perda de prazos, desconcentração e até mesmo deficiência de memória em certas situações, o que pode também fazer com que boas oportunidades não sejam notadas, pois as pessoas estarão com a cabeça voltada para resolver os problemas temporários de falta de organização.

Muitas vezes, dentro de uma agência, há e-mails que apresentam informações divididas, ou lembretes (em post-its) que solicitam alterações nos projetos. Só que nem sempre fica claro o que deve ser feito primeiro.

Às vezes, não fica claro nem o que deve ser feito! É importante encontrar maneiras para que as informações não fiquem espalhadas ou sejam perdidas.

Algumas soluções para a desorganização

Quanto maior a desorganização, mas difícil será colocar tudo em ordem. O profissional, diante de tamanha bagunça, pode adiar a arrumação das coisas e de seus afazeres. E por isso deve-se ter uma cultura dentro da agência que privilegie a organização. Para que, todos a empreguem no dia a dia como princípio de trabalho.

Vale a pena adotar softwares de gestão e de tempo. Para que o gestor da agência se torne capaz de gerenciar os principais processos.

Afinal, ter dados precisos sobre a produtividade e a gestão de tarefas e entre outros relatórios é essencial nos dias de hoje.

Assim, vai ser possível verificar o que está dando certo. Além disso, será possível identificar o que precisa ser mais bem organizado para que o negócio melhore ainda mais.

Um software de gestão pode organizar melhor todas as demandas na hora da reunião de briefing com os criativos da agência, registrar as informações diretamente no sistema, deixando-as acessíveis a todos os envolvidos nos projetos. Sem falar na organização financeira e no acompanhamento de certas tarefas, como pedidos junto a fornecedores.

A desorganização pode prejudicar bastante o trabalho, mas ela pode ser saudável se houver controle sobre ela.

Quem trabalha com publicidade deve ter em mente que não perderá a liberdade e flexibilidade se tiver tudo planejado e bem organizado. Muito pelo contrário: esses profissionais poderão dividir suas tarefas, de forma que seja ainda melhor para o rendimento esperado para o projeto, evitando boa parte da correria para fechar projetos e a pressão para cumprir à risca os deadlines tão comuns dentro das agências.

Você já aproveita os benefícios de um software na sua agência? Como está a sua organização nos últimos meses? Deixe um comentário e participe da conversa!