Hard skills X Soft skills: o que o profissional do futuro precisa ter?

Habilidades como pensamento crítico, resolução de problemas complexos, resiliência, flexibilidade, criatividade, originalidade, iniciativa e inteligência emocional são vistas pelos empregadores globais como crescentes em destaque até 2025, de acordo com o relatório Future of Jobs 2020.

A presença de um grande número de soft skills nesta lista é particularmente intrigante porque, tradicionalmente, elas são percebidas como inferiores às hard skills. 

Talvez porque as hard skills sempre tenham sido mais fáceis de quantificar e medir do que as soft skills. Desde a escola, habilidades mais complexas, como matemática, são sistematicamente medidas e classificadas. Mas trabalho em equipe, empatia e resiliência? Não muito.

Mas, afinal, qual a diferença entre hard skills x soft skills? Os termos em inglês são usados para especificar habilidades comportamentais e técnicas.

Entenda melhor o conceito de cada uma, como elas podem influenciar seu trabalho e porque são tão importantes. 

Continue lendo o artigo!

Hard skills x soft skills: qual a diferença? 

Nas descrições de cargos, os empregadores, geralmente, pedem uma combinação de hard e soft skills. 

As hard skills estão relacionadas com o conhecimento técnico específico e a formação, enquanto as soft skills são traços de personalidade como liderança, comunicação ou gestão do tempo. 

Ambos os tipos de habilidades são necessários para desempenhar e avançar com sucesso na carreira, inclusive como gestor e líder.

A principal diferença entre hard skills x soft skills é o modo como elas são adquiridas e colocadas em uso no local de trabalho. 

  • Hard skills: são, muitas vezes, adquiridas por meio da educação ou formação específica. Eles incluem competências como como usar uma determinada máquina, software ou outra ferramenta. São conhecimentos e habilidades técnicas desenvolvidas pelos profissionais. Essas habilidades podem ser adquiridas por meio da experiência, cursos de capacitação, graduação, entre outros.
  • Soft skills: são mais frequentemente vistas como traços de personalidade que você pode ter passado a vida inteira desenvolvendo. Eles são chamados quando você administra seu tempo, se comunica com outras pessoas ou enfrenta uma situação difícil pela primeira vez. São características como: boa comunicação, paciência, flexibilidade, resiliência, entre outros.

Dito de outra forma, as hard skills podem ser definidas como seu conhecimento técnico, enquanto as soft skills são seus hábitos gerais no local de trabalho.

As hard skills são mais fáceis de serem identificadas, pois podem ser comprovadas por meio de documentos e certificações. Já as soft skills, precisam de uma avaliação profunda de perfil ou teste de personalidade, para serem identificadas.

Os profissionais que conseguem desenvolver bem tanto as soft skills, quanto as hard skills se destacam no mercado de trabalho. Um exemplo disso é a alta procura por profissionais T-Shaped – que possuem ferramentas e técnicas para contribuir com o processo criativo – pelas agências de marketing. 

Importância dos softs skills

As soft skills são importantes porque orientam a interação entre os profissionais e clientes e ainda ajudam a criar um ambiente de trabalho saudável e produtivo que influencia nas relações interpessoais. De outro modo, elas também geram mais resultados para os negócios.

Há pouco tempo, o mercado de trabalho priorizava a análise das hard skills. Gestores buscavam profissionais com perfis mais técnicos, que dominavam o ofício e garantiam qualidade de produção. Entretanto, a dinâmica do mercado mudou. 

Com o impulso para o aumento da adoção de tecnologia e automação no local de trabalho na última década – que se acelerou durante a pandemia de Covid-19, as soft skills foram colocadas no centro do palco do futuro do trabalho. 

As empresas começaram a perceber que lidam com pessoas e não com máquinas. Com a ampla adoção da tecnologia, as habilidades comportamentais são tão importantes quanto as técnicas.

Além disso, as soft skills também ganham cada vez mais destaque porque o futuro do trabalho é fluido. Como a tecnologia avança a passos largos, transformando o modo como trabalhamos, as habilidades técnicas podem ficar obsoletas rapidamente. Por isso, para garantir o sucesso, os gestores devem investir e quando contratar pessoas com habilidades sociais.

As soft skills estão diretamente relacionadas ao comportamento e as empresas precisam de pessoas que saibam conviver e colaborar. Se os profissionais desenvolverem essas habilidades, o time da agência será mais comprometido, produtivo e bem-sucedido.

8 soft skills que todo gestor deve ter

Mas, afinal, quais soft skills você e o seu time devem desenvolver? Listamos as principais para ajudá-lo! 

1. Saber comunicar-se com o público é fundamental. Um líder estará sempre se comunicando tanto com os funcionários da empresa quanto com os clientes

2. Delegar tarefas, de forma eficaz, garante a fluidez e agilidade nos processos. Além disso, estimula o aprendizado e a performance da sua equipe, tirando a sobrecarga dos ombros do gestor.

3. Administrar conflitos com eficácia e rapidez, de forma criativa visando um ritmo de crescimento e inovação com foco no alcance dos resultados organizacionais.

4. Tomar decisões assertivas e rápidas, ter um pensamento rápido, simular resoluções mentalmente. É trocar o perfeito pelo eficaz, a fim de trazer os melhores resultados para a empresa.

5. Orientar o desenvolvimento de pessoas: um bom líder é um mentos que auxilia e incentiva o crescimento de seus colaboradores.

6. Ter resiliência, para lidar com a pressão e os problemas diários de uma empresa.

7. Dar feedback e follow-up de forma eficaz. Bons líderes são aqueles que se comunicam com clareza com seus colaboradores, explicando de maneira detalhada o que deve ser feito, checando se entenderam o serviço proposto, validando os recursos necessários  – de curso de capacitação e materiais para o trabalho – estimulando o comprometimento e estabelecendo prazos de entrega. 

8. Resolver problemas complexos, para aumentar a produtividade e diminuir o stress da equipe. 

Benefícios e importância das hard skills

Como vimos, as hard skills são habilidades técnicas importantes porque garantem que o profissional possui qualificação técnica para ocupar o cargo. 

Profissionais com hard skills trazem diversos benefícios para as empresas, como:

#1 Potencializa o alcance de resultados positivos 

Mais colaboradores com hard skills tornam as equipes mais produtivas e o desempenho do time tende a aumentar. Com todos os profissionais trabalhando em sintonia, os resultados passam a ser mais positivos.

#2 Melhora o clima organizacional

À medida que os colaboradores e gestores desenvolvem novas hard skills, o fluxo de trabalho é otimizado e a agência ganha mais agilidade e eficiência nas entregas. Dessa maneira, o time cria jobs e projetos com muito mais técnica e assertividade, diminuindo o percentual de erros e retrabalho.

#3 Aumenta a autonomia dos profissionais

Profissionais com hard skills fazem a diferença na empresa porque passam a ter mais autonomia durante a gestão de projetos. Ao contar com colaboradores com competência técnica, o gestor terá mais tempo livre para lidar com outras questões relacionadas ao seu cargo e buscar melhores resultados.

Exemplos de hard skills:

  • Cursos técnicos;
  • Graduação;
  • Especializações;
  • Mestrado ou doutorado;
  • Conhecimento em outras línguas;
  • Manuseio de ferramentas;
  • Funcionamento de máquinas;
  • Conhecimento em informática.

7 cursos hard skills ideais para gestores

O mercado de trabalho passa por constantes mudanças, e o desafio da vez é se manter atualizado. Por isso, é preciso estar sempre por dentro do que está em alta e conhecer as demandas do setor. 

Sendo assim, para não correr o risco de ficar para trás, o gestor e seu time precisam estar sempre em busca de conhecimento. Por isso, além de acompanhar as novidades e tendências do setor, investir em cursos para colocar no currículo.

Confira as hard skills que estão em alta:

Gestão de conflitos para equipes

Muitas pessoas trabalhando juntas podem gerar pequenos atritos. Um bom líder precisa ter habilidade de resolver esses problemas e superar os desafios da melhor forma possível, vendo o conflito, inclusive, como uma boa oportunidade de crescimento para a equipe. 

Ele também deve saber prevenir os conflitos, conhecer os recursos e ferramentas para lidar com eles, e ainda conseguir identificar a origem dos conflitos.

Gestão de tempo

Saber organizar o próprio tempo e o da equipe é essencial para aumentar a produtividade. Desenvolver a habilidade de gestão de tempo permite organizar a sua rotina e o dia a dia da agência, buscando sempre atingir os melhores resultados.

Inteligência de negócio orientada por data driven

Cada vez mais, tecnologia e gestão andam de mãos dadas. Com soluções como computação em nuvem, Big Data e uma ampla base de indicadores, os gestores têm acesso a dados valiosos que fornecem inteligência de negócio. 

Tais recursos permitem ao gestor desenvolver a capacidade analítica e a habilidade de tomar decisões com base em dados estratégicos. 

Vendas

Ser um profissional capacitado em vendas pode trazer diversas vantagens para o seu negócio. Além de conhecer as técnicas de venda, você também deve saber utilizar ferramentas como o CRM, funil de vendas e sucesso do cliente.

Hard skills são insuficientes sem soft skills

As pessoas podem ter todas as hard skills necessárias para executar projetos no trabalho, mas se não tiverem a capacidade de entender o que o cliente deseja ou a capacidade de se comunicar e motivar os membros de sua equipe para executar, o quer o time crie ou construa para os cliente não atenderá às suas necessidades e falhará.

Assim, os analistas de marketing não precisam apenas conhecer a estratégia digital, eles devem ter a perspicácia de negócios para entender o que os clientes. Do mesmo modo, você, gestor, não pode apenas gerenciar os processos internamente, é preciso ter boas habilidades interpessoais e de comunicação e capacidade de pensamento e análise crítica. Afinal, o mundo está em evolução! 

Na leitura de hard skills x soft skills, uma coisa é certa: diplomas ou certificados não fazem um gestor de sucesso. Muito além das hard skills, você precisa saber se relacionar, engajar e motivar os membros de sua equipe. E, então, por onde começar?

Segundo o Censo Agências 2022, Business Intelligence (BI) e Planejamento são as duas habilidades que mais precisam ser desenvolvidas nas equipes das agências. Você pode usar esse dado para iniciar a sua jornada de evolução profissional, que tal? E para ter acesso a outras informações valiosas sobre o mercado e o futuro do setor, acesse o Censo Agências 2022 gratuitamente 😉