E-book: O que é e como evitar a Síndrome Burnout

Qualquer profissional do século XXI que não esteja vivendo e trabalhando em uma caverna já deve ter ouvido falar da síndrome burnout (desgaste).  Mas, se você ainda não ouviu, não se culpe. Você deve apenas estar muito focado no seu trabalho. De qualquer modo, este material pode ser útil para você, especialmente se você tem uma equipe para liderar.

E, antes de qualquer coisa, saiba que o burnout é um daqueles perigos da estrada na vida sobre o qual qualquer profissional deve estar atento. Mas, infelizmente, muitas vezes por causa de suas crenças de “eu posso fazer tudo” – esses profissionais raramente vêem isso acontecer.

Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo e o alto índice de demissões em todo o país, para não dizer em todo o mundo, profissionais de todas as áreas são pressionados a trazer melhores resultados. Além disso, por sentirem-se pressionados a produzir mais com menos, eles assumem cargas de trabalho cada vez maiores. Ou seja, com tanto esforço, é natural que em algum momento o estresse faça com que o corpo adoeça. Portanto, podendo chegar a um nível severo de desgaste e resultando na síndrome de burnout.

E se você tem prioridades demais e ignora o fato de trabalhar longas horas, colocando uma enorme pressão sobre si mesmo para se destacar, tudo o que você vai se tornar é o melhor candidato para a síndrome de burnout. Neste ponto, você já deve ter entendido que a síndrome do burnout não coloca apenas você em risco. E sim, todos os demais colaboradores da sua empresa. Por isso, toda a discussão que vamos explorar neste material não pode ser adiada.

E o primeiro passo para evitar esse problema é simples. Basta reconhecer o caminho que pode levar qualquer profissional, inclusive você, ao desgaste.

Preparamos um material de passo a passo para identificar se você está sendo afetado pela síndrome burnout. E, além disso, como se “curar” dela.

síndrome de burnout