Dicas para incluir o Inbound Marketing no portfólio da sua agência!

Quando temos a chance de aprender com quem já percorreu o mesmo caminho, tudo fica mais fácil. Afinal, os erros e acertos compartilhados orientam nossa jornada. Carlos Justino, CEO da Agência IPub, a convite da SharpSpring, compartilhou recentemente tudo sobre inbound marketing em agências em um superwebinar.

Pensando em disseminar este conhecimento e ajudar você, sistematizamos o conteúdo apresentado pelo especialista na área. A seguir, você confere dicas valiosas e erros (para não cometer) nas estratégias de inbound marketing nas agências.

 

# O que não pode faltar no seu serviço de Inbound Marketing

 

Começar um projeto ou mesmo fortalecer estratégias é sempre desafiador. Por isso, aprender com quem sabe faz toda a diferença. Veja o que você deve considerar na elaboração de um bom projeto de inbound. Assim, você atrai os leads certos, conquista ótimos resultados e fideliza os clientes.

Transparência é fundamental

Ser claro e didático com o cliente é indispensável para construir parcerias duradouras. Ao gestor, cabe explicar que explicar aos clientes que quando o assunto é inbound marketing nas agências os resultados não podem ser mensurados da noite para o dia. No momento da negociação, é preciso destacar também dois pontos importantes: para um dado objetivo será necessário ter um X de verba; indicar exatamente o que o cliente está comprando e o que irá recebendo. Com expectativas reais, a chance de satisfação aumenta muito.

Ações pontuais versus estratégia 

Tenha em mente que há uma diferença grande entre criar materiais como blogposts, whitepapers e e-books e desenvolver e executar uma estratégia completa para inbound. Se você não se sente seguro para oferecer o serviço completo, venda uma parte do processo e tenha parceiros para fazer o restante.

Os resultados financeiros virão com o tempo

O cliente não pode acreditar que no terceiro mês terá resultados. É preciso um tempo de maturação para que a estratégia comece a funcionar. No mínimo, sete ou meses para que os indicadores positivos começarem a aparecer.

Convide o cliente para acompanhar e participar do projeto

Em vez de colocar um profissional – consultor de inbound marketing – para ter contato com o cliente, deixe sua equipe à disposição. Se o cliente precisa de um e-book, por exemplo, ele pode conversar com o designer e o produtor de conteúdo sobre essa demanda. Assim, ele se sente parte do projeto.

Mostre ao cliente a evolução

O avanço conquistado com o inbound marketing nas agências deve ficar claro para o cliente. Uma boa alternativa é apostar na criação de um e-book que mostre a evolução depois do início do projeto com a agência. Assim, o cliente tem noção do antes e do depois.

Promova a integração entre cliente e profissionais

Antes mesmo do início das atividades do projeto, agende uma reunião para apresentar sua equipe ao cliente. Neste momento, apresente também os deveres de cada um no processo e os detalhes do projeto.

Trabalhe do ponto 0 ao ponto 100

Para ter sucesso com o inbound marketing nas agências digitais, é fundamental desenvolver um trabalho completo, desde o desenvolvimento de um novo site até o acompanhamento das estratégias de marketing. A estrutura do portal é fundamental. Por isso, começar com a criação de um novo site é o melhor caminho. Para definir o conteúdo, use  uma regra valiosa: 90% do espaço para a dor do cliente e  10% para falar sobre a empresa e o produto/solução.

Invista em uma ferramenta de automação

Por mais que pareça óbvio, a verdade é que muitos profissionais não sabem explorar esta ferramenta no inbound marketing nas agências. E ela é essencial porque permite entender a linha do tempo do usuário. Ao centralizar as informações em um só lugar, proporcionando análise na mesma plataforma assegurando inteligência de mercado.

 

# O caminho das pedras: o que evitar

 

Se saber o que pode (e deve) ser feito é importante, ter ciência do que deve ser evitado é mais estratégico. Afinal, aprender sem levar um tombo, é bem melhor. Saiba exatamente o que você não deve fazer no inbound marketing nas agências.

Automação de marketing é apenas parte da estratégia

Não pense que a ferramenta de automação de marketing é garantia de sucesso com inbound marketing. Ela é apenas um meio para você executar sua estratégia.

Tamanho não é sinônimo de qualidade, nem de aumento de entregas 

Não pense que uma equipe composta por um número maior de profissionais pode trazer mais resultados. Essa relação não é tão direta assim. É necessário, sim, ter processos bem desenhados, uma boa metodologia de trabalho. Com uma equipe mais enxuta e muita organização é possível conquistar o dobro, talvez até o triplo de resultados. O segredo é mapear e dimensionar a demanda. É essencial também contar com profissionais capazes de embarcar em um novo projeto, a qualquer tempo.

Buscar novos clientes porque o fluxo de caixa pede

Calma! Não estamos dizendo para interromper a prospecção. A questão é que nem sempre esta é a melhor solução. Se você fecha com novos clientes no desespero, tende a ganhar mais problemas do que lucro. Comumente, eles acreditam que o inbound marketing nas agências é a fórmula mágica e irá liquidar todos os seus problemas. Com uma expectativa tão alta, eles tendem a ser inadimplentes e mostrar insatisfação rapidamente. Ou seja, você comemora porque conseguiu um cliente novo, desenvolve um trabalho por seis meses,  período que você estrutura a ‘casa’ do cliente para o inbound marketing. Quando chega no sétimo mês ele rescinde o contrato. É muita energia para pouco resultado.

Deixar de ensinar a equipe comercial

Depois de todo o desenvolvimento da estratégia, é comum se esquecer de capacitar os profissionais para que dêem continuidade ao trabalho. Para concluir o trabalho, apresente a ferramenta aos profissionais do comercial e os incentive a usar a ferramenta de automação. O sucesso da estratégia também depende da dedicação deles.