Práticas efetivas para melhorar o engajamento da equipe

São as pessoas que movem as empresas e é a entrega delas que pode fazer a organização ir além. Elas buscam o combo: oportunidade, desafios e propósito, enquanto as organizações desejam um time altamente engajado, competente e produtivo. O encontro dos dois quase sempre é sinônimo de sucesso. Mas como fazer, então, para melhorar o engajamento da equipe?

A inter-relação entre o engajamento do time e o crescimento da organização, inclusive já pode ser validada como consenso entre gestores e profissionais de RH. De acordo com dados da Michael Page, de 2014, 30% dos trabalhadores de RH e 41% dos CEOs apontaram o engajamento como a principal ferramenta que uma companhia deve usar.

Nível de engajamento dos colaboradores

O engajamento requer, acima de tudo, uma ligação afetiva. Além disso, uma ligação de valores e de objetivos do negócio, compartilhados entre o funcionário e a organização. Um estudo global da Gallup dividiu o engajamento dos colaboradores em três categorias distintas:

  • Engajados:

São profissionais leais e comprometidos com a organização. E, comumente, têm fôlego para estender o tempo de permanência na empresa. Ou seja, eles amam o que fazem e carregam consigo o orgulho de pertencer à organização.

  • Não Engajados:

São produtivos, mas não estão conectados emocionalmente com a empresa. Já têm um desprendimento maior e são mais propensos a perder dias de trabalho e deixar a empresa. Profissionais não-engajados já deixaram de vestir a camisa. Além disso, eles entregam o que é solicitado, mas sem aplicar energia ou paixão.

  • Ativamente Desengajados:

Esses profissionais trabalham apenas ‘de corpo presente’, de modo que psicologicamente parecem sempre ausentes. Eles estão insatisfeitos com a sua situação no trabalho e compartilham sua infelicidade com seus colegas. Portanto, todos os dias, esses funcionários acabam minando o ambiente e o trabalho dos mais engajados.

Como melhorar o engajamento da equipe

Às organizações e aos gestores, cabe o desafio de identificar o perfil de cada profissional, a sua participação e a sua contribuição para o sucesso da equipe.

É a análise dos processos, das pessoas e da estrutura da organização que orienta o gestor e indica, na maioria das vezes, que para manter em alta o nível de engajamento da equipe, será preciso mudar e investir mais. Aqui vão algumas dicas para você melhorar o engajamento da equipe:

1 – Deixe claro o propósito da sua empresa

O propósito é a razão da empresa existir. Aliás, ao deixar isso claro, a empresa começa a atrair talentos que se identificam com esse propósito. Fazendo com que a retenção desses profissionais seja maior. Além disso, segundo uma pesquisa da PWC, as empresas que tem um propósito verdadeiro são 5x mais eficientes em reter os profissionais da Geração Y.

2 – Trabalhe com a meritocracia

Reconhecer o trabalho e esforço dos profissionais é extremamente importante para que ele entenda o papel e importância dele dentro da sua empresa. Portanto, faça feedbacks constantes com seus colaboradores, essa prática fará com que eles criem um laço de confiança com seu gestor.

3 – Defina metas para a sua equipe

Para melhorar o engajamento da equipe, metas coerentes são extremamente importantes. Funcionando como uma bússola, elas irão guiar a sua equipe e fazer com que eles se unam em prol de um objetivo comum. Além disso, se não sabem onde querem chegar, qualquer lugar serve, né?

4 – Use a gamificação nas tarefas

A gamificação aplicada à gestão de pessoas é uma técnica que usa elementos lúdicos para tornar as tarefas diárias mais desafiadoras. E, muito usada para melhorar o engajamento da equipe. Assim, é possível motivar os profissionais a realizarem todas as suas atividades, inclusive aquelas consideradas chatas. Portanto, nesse processo, é importante:

  • definir objetivos claros;
  • criar elementos lúdicos (rankings, troféus, medalhas etc.);
  • atualizar constantemente a pontuação dos profissionais;
  • recompensar os ganhadores do “jogo corporativo”.

5 – Plano de cargos e salários e programa de metas

Construa e implemente um plano de cargos e salários e, também, um programa de metas para os profissionais tomando como base base o plano estratégico da empresa. Além disso, levando em conta as competências de cada um. Assim, será possível definir a participação de cada profissional e motivá-lo a fazer sua parte.

6 – Ofereça exercícios que estimulem a atenção e o relaxamento

Para melhorar o engajamento da equipe, pode parecer que não, mas alguns minutos de meditação ou yoga são muito poderosos para a saúde e a alegria de todos. Como o estresse no local de trabalho costuma ser elevado, qualquer iniciativa para diminuir a carga tensional será bem-vinda. Pense neste tempo dedicado aos exercícios que favorecem a atenção e o relaxamento como um investimento no bem-estar dos seus colaboradores. Ou seja, a saúde do time e da empresa agradecem!

7 – Apoie a capacitação dos profissionais

Com base no plano de carreiras e nas metas estipuladas pela empresa, elabore programas de capacitação, incentivando cada profissional a seguir sempre em busca de aprimoramento e reciclagem. Tanto para a empresa, quanto para o colaborador é fundamental que ele mantenha um ritmo constante de aprendizagem.

Quer ter acesso a mais dicas como essa?

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos

8 – Incentive o equilíbrio entre vida profissional e familiar

O equilíbrio trabalho-vida é uma das questões centrais das relações de trabalho modernas. Com a tecnologia, o profissional está sempre acessível – seja por e-mail, seja por whatsapp – mas não é por isso que você, enquanto líder, tem liberdade de contactá-lo a qualquer hora fora do expediente ou nos finais de semana, exceto em situações de emergência.
É preciso entender que todos precisam de descanso e respeitar este momento, para que os profissionais estejam inteiros – de corpo e alma – quando estiverem no escritório. Além disso, lembre-se de não definir expectativas irrealistas para evitar que, durante o descanso, os colaboradores fiquem preocupados com as entregas a serem feitas.
Hoje, o equilíbrio entre vida profissional e familiar é prioridade zero para muitos profissionais. Portanto, ajudar o seu time a preservar este equilíbrio é fundamental para o engajamento.

Por fim…

A partir do momento que o líder e a agência pensam na motivação dos profissionais e, também, no bem-estar de cada um cresce o engajamento e a vontade de fazer melhor. Além disso, a agência ganha mais produtividade e retém talentos. Além disso, diminuindo o turnover e seus custos, garantindo a satisfação dos profissionais e ainda consegue atingir novos padrões de excelência. Enfim, implementar novas práticas para melhorar o engajamento da equipe pode ser transformador para sua cultura corporativa!