Desenvolver um sistema de gestão próprio, vale a pena?

Um dos maiores desafios dos empreendedores hoje é buscar alternativas e ferramentas que permitam equilibrar as necessidades imediatas da empresa com o crescimento sustentável. Nesse contexto, surgem ideias, projetos, e, claro, possibilidades que podem fazer o negócio prosperar, sim, desde que bem estudadas antes da implantação. Dentre as soluções tecnológicas disponíveis para agências, por exemplo, um bom sistema de gestão é uma delasAí, surge a dúvida: vale a pena apostar em um software pronto e adaptá-lo à realidade do meu negócio ou desenvolver um sistema de gestão próprio?

Pensando em ajudá-lo, buscamos apresentar os prós e os contras do desenvolvimento interno de um software. Vale lembrar que o principal objetivo com a implantação de uma solução de gestão é garantir uma organização mais clara dos dados, visando uma administração mais eficiente, e, também, a construção de mais uma vantagem competitiva. Considerar esse objetivo, além dos pontos apresentados, é fundamental na tomada de decisão de investimento.

O que a agência precisa considerar na hora de desenvolver um sistema de gestão próprio?

Quando o gestor de agência planeja desenvolver um sistema de gestão próprio, ele precisa ter ciência do tamanho do esforço e da energia, bem como do volume de recursos que serão aplicados no projeto. Encarar um desafio como esse implica em assumir novas responsabilidades.  Afinal, não basta apenas contratar uma equipe de programadores para criar o software. O desafio de mantê-lo  é bastante complexo e exigente. Por isso, é preciso considerar vários aspectos. Veja a seguir!

#1 Investimento alto

Se você optar por desenvolver um sistema de gestão próprio, contratar uma equipe de profissionais altamente qualificados e especializados para criá-lo  vai custas caro. É impossível economizar nesse quesito. E se você pensa que essa equipe irá atuar somente na fase de criação e implantação, está enganado. Afinal, o sistema requer manutenção e atualizações constantes. Ou seja, acostume-se com a ideia de ter um time de tecnologia da informação responsável pelo projeto.

#2 Infraestrutura completa e de ponta

Como um software de gestão tem uma estrutura complexa, ele requer servidores ou computadores potentes, indispensáveis para um bom funcionamento e desempenho. Tais equipamento têm custo alto, que pode se tornar inviável para algumas agências. Outro detalhe: servidores também exigem cuidados e manutenção especializada. Em uma agência onde as prioridades são outras, pode ser difícil garantir uma infraestrutura completa que dê suporte ao software.

#3 Complexidade do processo: do desenvolvimento à implantação

Desenvolver um sistema de gestão próprio é encarar uma jornada longa, com várias etapas e muitos imprevistos. Vale considerar que construir um software de gestão do zero e colocá-lo em funcionamento é bastante demorado. Além disso, há sempre um período de testes, pois é natural que o sistema recém-criado apresente inconsistências. Além de ser complexo, desgastante e demorado, esse processo não garante uma ferramenta eficiente. Você corre o risco de investir tempo, dinheiro e energia da equipe por meses, em alguns casos, anos e mesmo assim não ter um software que atenda, com perfeição, às suas demandas.

#4 Dificuldade de manutenção

Um sistema de gestão próprio sempre vai exigir manutenção constante. O software precisa de atualizações e, também, de novos recursos, senão se torna obsoleto, deixando de atender à realidade da agência. Da mesma forma, os componentes de  hardware precisam de substituição, porque uma peça defasada pode comprometer o desempenho do servidor e, por extensão, do sistema. Ao escolher desenvolver um sistema próprio, a agência assume a responsabilidade de gerenciar não só um software, mas uma área interna que dê suporte a ele. É preciso dar conta das demandas desse novo setor!

O que um software de gestão para empresas criativas pode oferecer?

Até agora vimos o quanto o desenvolvimento de um sistema próprio impacta na rotina e na vida da agência. Por todos esses motivos, é melhor deixar uma tarefa tão complicada nas mãos de quem é especialista no assunto. No mercado, já existem várias empresas que fornecem sistemas de gestão desenvolvidos especialmente para agências e empresas criativas. A Operand, por exemplo, oferece um sistema completo e todo o suporte relacionado a ele. São muitas as vantagens de contar com um parceiro em inovação tecnológica, que fornece um software atualizado, de ponta, com atendimento personalizado para cada cliente. Você pode, sim, ter um sistema totalmente adaptado à realidade da agência.

#1 Mais tempo, menos preocupações

Para quem está à frente da gestão, ganhar tempo é ganhar dinheiro. Ao contratar um serviço como o da Operand, o gestor da agência deixa muitas das suas preocupações a cargo do fornecedor. Assim, pode aproveitar o seu tempo precioso com questões mais estratégicas.  É só aproveitar as vantagens de se trabalhar com um sistema eficiente!

Enquanto isso, a Operand assume a infraestrutura e a manutenção do software. Além disso, atua com um time altamente qualificado, focado permanentemente em melhorias, atualizações e correções de falhas.

#2 Atendimento e suporte à disposição

Se surgir qualquer tipo de dificuldade ou problema seja na implantação, seja na rotina de trabalho, os clientes contam com suporte completo enquanto estão ativos usando o sistema. Os times de atendimento e suporte estão sempre apostos para ajudar e serem resolutivos frente às questões. Já se você optar por desenvolver um sistema de gestão próprio, o time de TI da agência terá que resolver qualquer problema sozinho.

#3 Software desenvolvido por quem entende de comunicação

E tem mais um diferencial, que fornece muita tranquilidade para quem contrata: o Operand é fruto de um trabalho desenvolvido por profissionais que têm vivências em publicidade, marketing e comunicação. A exemplo do nosso CEO, Luciano Loffi, que concebeu o sistema quando gerenciava uma agência de publicidade. Ou seja, você tem certeza de que o sistema é feito por quem entende muito bem a realidade, as dificuldades e as demandas das empresas criativas.

Com os prós e contras apresentados, agora você tem condições de fazer uma escolha inteligente. É fundamental pensar no melhor para a sua agência, buscando melhorar a produtividade, garantir a lucratividade, aumentar a eficiência e garantir mais uma vantagem competitiva. Experimente o Operand e surpreenda-se com os recursos e benefícios. Você não vai se arrepender!