Na crise, aproveite para arrumar a casa!

Estamos vivendo um período complexo e muito desafiador por conta da pandemia. Contudo, não podemos ficar parados, sabemos que em algum momento, essa crise irá passar e sua agência poderá aproveitar o momento de crescimento exponencial que está por vir.

Se considerarmos que, mais de 60% das agências do Brasil não têm tempo para se dedicar à gestão do próprio negócio*, podemos entender que, um dos principais desafios para a sua agência crescer também está dentro de casa. Neste momento de incertezas, é importante se estruturar, com um olhar mais estratégico, buscando encontrar possibilidades para reduzir os impactos da crise. Mais do que nunca, o essencial é “arrumar a casa”!

Pensando nisso, preparamos algumas dicas e sugestões para auxiliar as agências a aproveitarem melhor o tempo (principal ativo) e sua equipe, fazendo atividades importantíssimas e que, até então, talvez não tenha conseguido colocar em pauta. Então vamos lá, esta é a hora certa para isso.

Confira abaixo 8 ações que você pode começar a executar agora mesmo:

1. Crie um novo site para a agência

O seu site é um dos principais pontos de contato da sua marca (agência) com o mercado, o site é a sua vitrine. Aproveite o tempo para criar um super site ou melhorar o existente, descrevendo o seu negócio, os cases de sucesso, monte um portfólio atraente e reúna alguns depoimentos de clientes mais próximos. Um bom site, pode ser a melhor ferramenta para conquistar novos clientes a médio e longo prazo.

2. Atualize o blog e as redes sociais

Mantenha seu blog (partimos do princípio que a agência já tenha um blog) e as principais redes sociais sempre atualizadas. É muito importante sua empresa estar super ativa nestes canais, mostra que a agência está conectada e envolvida com tudo que está acontecendo no mundo.

Os conteúdos podem ser temas de interesse de seu público, novidades e claro, os assuntos internos, todos adoram saber o que acontece na agência, curiosidades, ações que estão sendo realizadas, entrevistas… enfim, use a criatividade 😉

3. Capacite a equipe (e você)

Nunca tivemos tantos cursos e treinamentos disponíveis como agora. Muitos deles são gratuitos e super focados no negócio da agência. Aproveite o momento para organizar uma espécie de “universidade” da agência, com temas direcionados ao que a agência quer focar nos próximos anos. Neste link há alguns cursos interessantes para você começar.

4. Melhore o processo

Quando falamos em processos já lembramos daquele monte de técnicas e ferramentas complexas e que muitas vezes não funcionam. Mas uma coisa é certa, sua agência precisa ter um processo de trabalho, mesmo que simples.

Aproveite o tempo para criar as regras de cada setor, como funciona a passagem de bastão de uma área para a outra? Avalie se algum documento precisa ser preenchido em alguma etapa? E como poderá ser descrito este fluxo?

Um bom processo de trabalho é algo que vai evoluindo na sua agência, comece com um modelo básico e vá aperfeiçoando, dessa forma, ficará mais fácil entender onde estão os gargalos, onde há ruídos… e assim ir ajustando. Igualmente importante é você ter condições de medir a performance e a produtividade: “só se pode melhorar aquilo que se pode medir“.
E lembre-se de deixar o processo sempre á vista para todos na agência.

5. Automatize seu trabalho

Porque não aproveitar esse tempo para automatizar todos ou a maioria dos seus processos internos? Com o seu processo organizado e definido, considere o uso de ferramentas de gestão e produtividade. A automatização é fundamental para auxiliar a gestão de todo o negócio, além de trazer informações compiladas sobre tudo e todos na agência.

6. Engaje sua equipe

Algo muito comum nas agências é o ritmo de trabalho acelerado e aquela sensação de sempre estar com o tempo corrido. Em tempos de coronavírus onde muitos estão trabalhando em home office, pode ser um momento interessante para criar as ações de engajamento da equipe, realizando reuniões diárias, fazendo pesquisas internas visando a melhoria do negócio, criando planos de desenvolvimento pessoais e profissionais. Criar planos para desenvolver a sua equipe vai ajudar a manter a motivação em alta.

7. Crie ações para se aproximar do cliente (e ex-clientes)

Em momentos difíceis como este, a necessidade de nos aproximar do cliente aumenta. Uma boa sugestão é você aproveitar e criar ações para se aproximar, mostrando que você está preparado e já antecipando novas estratégias e novos caminhos para o seu cliente, considerando este novo cenário. 

O seu cliente provavelmente está com alguma dificuldade e é nestes momentos difíceis que podemos mostrar nosso grande valor e ser ainda mais pró-ativos.
Uma dica: deixe a prospecção um pouco de lado, o importante agora é focar os esforços em reter ao máximo os clientes da base.

8. Monte seus indicadores de sucesso

Se a sua agência ainda não está preocupada com os indicadores de sucesso e produtividade, é hora de começar a pensar um pouco mais sobre eles. Os indicadores buscam ajudar a entender mais a fundo as necessidades e oportunidades da agência.

  • Os projetos estão sendo lucrativos?
  • Qual cliente é o mais rentável para a empresa?
  • Quais tipos de trabalho trazem mais receitas?
  • Quais colaboradores performam melhor?
  • Qual deve ser o valor/hora para cada atividade?
  • Qual o volume de retrabalho por cliente?
    E por aí vai… 

Ter indicadores de sucesso é essencial para uma agência que está preocupada com os resultados e com o crescimento.

Trabalhar com os indicadores certos fazem a diferença. Eles influenciam tanto nas decisões diretivas quanto naquelas de menor impacto, recorrentes no dia a dia da agência.

Veja também: Principais KPIS que a sua agência deve acompanhar.

. . .

Neste momento, o cliente: “sua agência” pode ser muito beneficiado com ações que irão impactar diretamente no resultado para os próximos meses.

Se você ou sua agência está realizando alguma ação bacana para contornar este período, deixe-nos saber. Vamos divulgar as melhores ações aqui no blog!



*Fonte: Pesquisa Censo Agências